Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Editorial - 17º Newsletter - Edição Especial 9

Prezados Associados,

O mês de junho se inicia com a divulgação de dados do IBGE, que apontaram a queda de 1,5% do Produto Interno Bruto no primeiro trimestre deste ano em relação aos três meses anteriores. No caso da construção, a queda chegou a 2,4% no mesmo período, puxada pela infraestrutura. Diante desse resultado, a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) aponta que a construção civil está revendo suas projeções para 2020 e já é esperada uma interrupção na retomada.

Contudo, os recentes anúncios pelos governos estaduais da retomada gradual da economia nos municípios podem contribuir para atenuar os efeitos da crise no segmento. Outro fator importante é que a construção civil também pleiteia, junto com outras áreas, a prorrogação da desoneração da folha para um período maior, em até dois anos, uma vez que a economia deverá estar ainda sob os impactos da pandemia.

Em se tratando do combate à Covid-19, a construção civil tem mostrado sua liderança. Em estados onde o segmento não paralisou suas atividades, como São Paulo, os protocolos para mitigar os riscos de contaminação dos trabalhadores e colaboradores têm sido efetivos e foram reconhecidos pelas autoridades públicas e estão servindo de inspiração a outros setores. Nesse sentido, destaco a entrevista concedida pelo presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), Luiz Antonio França, à revista IstoÉ Dinheiro, no qual ele traça um panorama do segmento.

Além disso, nossa entidade continua participando de importantes fóruns e iniciativas para manutenção do desenvolvimento da industrialização da construção no Brasil. Nesse sentido, nesta News, inserimos a informação sobre a reunião do Grupo de Trabalho sobre Construção Industrializada e o webinar a respeito da produtividade, que tem ligação com o movimento Do Mesmo Lado. Além da industrialização, temos estado presentes nas reuniões destes movimentos e também do DECONCIC e CONSIC/FIESP, levando informações sobre o nosso setor e pleitos necessários, apoiando os já existentes que buscam a redução tributária, crédito para médias e pequenas, entre outras ações necessárias para atravessarmos a atual crise.

Finalmente, trazemos um quadro de referências elaborado pela FIA (Fundação Instituto de Administração) para o entendimento da situação e possíveis desdobramentos e dois artigos que falam sobre a importância da infraestrutura para a retomada da economia bem como a necessidade de um plano concreto para o retorno das atividades econômicas no Brasil.

Um abraço a todos!

Iria Lícia Oliva Doniak

Presidente Executiva