Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Editorial - 20º Newsletter - Edição Especial 12

Prezados Associados,

Chegamos ao final do mês de junho com boas notícias. A primeira é, sem dúvida, a aprovação da nova Lei do saneamento básico pelo Senado Federal, que representa um marco para todos os brasileiros, a fim de acelerar a universalização do saneamento em todo o país. Isso é uma medida importante e imprescindível. As entidades da construção, incluindo a Abcic, haviam enviado há cerca de 20 dias uma carta ao Senado em apoio a aprovação urgente dessa medida.

Outra informação relevante é que a construção civil ganhou destaque nesses últimos meses por sua atuação firme no combate ao novo coronavírus e na adoção de medidas de prevenção para minimizar a possibilidade de contágio de seus profissionais. Esse posicionamento, inclusive, foi ressaltado por diversas instâncias governamentais, como o Ministério da Economia. E, pode ser comprovado pelas diversas pesquisas realizadas por importantes entidades do segmento.

A retomada gradual das atividades é uma realidade, tanto é que a pesquisa da Abrainc aponta que o percentual de obras paradas foi reduzido apenas a 1% em decorrência ainda de algumas regiões, onde a pandemia ainda está crescente. Esse dado mostra que uma retomada no movimento de toda a cadeia produtiva.

Além disso, a atividade imobiliária pode ser beneficiada com o novo corte na taxa da Selic. Para especialistas na área financeira, esse mercado tem respondido bem ao momento econômico, já que passou a aparecer como uma opção interessante para quem está olhando investimentos sem volatilidade. Ademais, esse segmento contribui para a manutenção da atividade das empresas de aços longos, conforme reportagem do Valor Econômico.

A Sondagem Nacional da Indústria da Construção, realizada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), assim como Índice de Confiança da Construção (ICST), da Fundação Getulio Vargas, apresentaram melhoras dos indicativos em junho ante o mês de maio. Contudo, o cenário ainda é incerto, o que reforça a cautela do nosso setor. Infelizmente, não houve ainda uma estabilização no contágio da Covid-19 no país e novos contextos podem surgir, caso a estabilidade e a diminuição de casos demorem a ocorrer.

Um abraço a todos!

Iria Lícia Oliva Doniak

Presidente Executiva