Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Crédito imobiliário do SBPE avança 122% no 1º quadrimestre

Os financiamentos imobiliários com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) atingiram R$ 16,70 bilhões em abril de 2021, terceiro maior volume nominal mensal da série histórica iniciada em 1994. Embora o montante tenha sido 9,6% inferior ao registrado em março, comparado a abril do ano passado (R$ 6,70 bilhões) foi 149,2% maior, revelando que a atividade do crédito imobiliário continua muito forte.

O dinamismo dos financiamentos também ficou evidente nos primeiros quatro meses de 2021, quando o montante financiado de R$ 59,91 bilhões cresceu 122,3% em relação a igual período de 2020. A preservação de razoável ritmo de atividade econômica contribuiu para esses dados.

No acumulado de 12 meses, entre maio de 2020 e abril de 2021, o montante financiado somou R$ 156,94 bilhões, alta de 85,5% em relação ao período anterior.

Financiamentos Imobiliários - Unidades
Foram financiados em abril de 2021, nas modalidades de aquisição e construção, 70,1 mil imóveis, resultado 15,2% menor que o de março. Comparado a abril de 2020, observou-se alta de 196,7%.

No primeiro quadrimestre de 2021, os recursos da poupança do SBPE permitiram financiar 258,6 mil imóveis, resultado 151,8% superior ao de igual período de 2020.

Em 12 meses, entre maio de 2020 e abril de 2021, foram financiados pela poupança do SBPE 582,65 mil imóveis, resultado 84% superior ao do período precedente, quando o crédito abrangeu 316,6 mil unidades.

Poupança SBPE: Captação Líquida
Após os resultados negativos dos primeiros três meses de 2021, a captação líquida da poupança SBPE encerrou abril no campo positivo, com acréscimo de R$ 2,04 bilhões.

O primeiro resultado favorável do ano, embora em volume não tão expressivo quanto o das saídas do trimestre janeiro/março, mostrou a segunda maior captação líquida para um mês de abril da série histórica iniciada em 1995.

Sazonalmente, os meses de abril mostram resultados mais negativos (70% deles) do que positivos.

Com a captação líquida positiva de abril acrescida do crédito de juros, o saldo da poupança SBPE encerrou abril em R$ 782,2 bilhões, alta de 0,44% no mês, revertendo a trajetória cadente dos primeiros três meses do ano. Em termos anuais, houve crescimento de 14,1% em relação a abril do ano passado.

Matéria publicada no Investimentos e Notícias