Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

EDITORIAL - 39º NEWSLETTER - EDIÇÃO ESPECIAL 31

Editorial 

Prezados Associados,

A economia brasileira voltou a apresentar resultados positivos, segundo dados do Banco Central, com o crescimento de 9,47% da atividade econômica no 3º trimestre em relação aos três meses anteriores. Isso significa que país saiu da recessão técnica observada no primeiro semestre. 

Na área da construção, a CBIC prevê a estabilidade dos preços dos materiais de construção, especialmente dos vergalhões e do PVC, que vêm sofrendo elevações com a retomada das atividades no setor, a partir de dezembro e janeiro. Ainda na área de materiais, segundo dados da Abramat, em outubro o setor teve faturamento 3,4% maior do que o registrado em setembro e um crescimento de 14,5% em relação a outubro de 2019.

Outras notícias positivas para o segmento da construção foram a liberação de mais de R$ 6,1 bilhões para investimentos em obras de infraestrutura no país e orçamento de 2021 do FGTS será de R$ 74 bilhões. 

Já no nosso setor, trazemos a matéria sobre o evento do Sinducon-SP que destacou a importância da industrialização na construção, bem como o artigo publicado na Revista Estrutura sobre a qualidade do pré-fabricado de concreto. Também, há uma interessante notícia sobre o uso das estruturas pré-fabricadas de concreto na Alemanha.

Por fim, está aberta a votação do Prêmio CBIC de Inovação e Sustentabilidade, com quatro categorias. Os vencedores serão anunciados durante o 92º ENIC. 

Um abraço a todos!

Iria Lícia Oliva Doniak
Presidente Executiva