Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

EDITORIAL - 46º NEWSLETTER - EDIÇÃO ESPECIAL 38

Prezados Associados,

O mercado habitacional neste ano parece ser bastante promissor, seguindo a tendência de 2020, quando o financiamento no setor alcançou a melhor marca desde 2014, com um montante de R$ 106,5 bilhões até novembro. Em 2021, o orçamento do FGTS estimado para a habitação popular é de R$ 56,2 bilhões.  

Contudo, a questão dos insumos pode interferir no desempenho não apenas no mercado habitacional, mas também em todo o setor da construção. Duas importantes sondagens realizadas pela FGV e pela CNI mostram como esse tema já está atingindo a confiança do empresário. Segundo a FGV,  a elevação dos preços dos insumos setoriais está entre os fatores assinalados como limitantes aos negócios. Já pela CNI, a falta e o alto custo de insumos se tornaram um problema mais disseminado na construção no quarto trimestre de 2020. Atualmente, uma a cada duas empresas da construção são afetadas. 

Na indústria de materiais de construção, a Abramat divulgou o balanço do setor, que apresentou uma leve queda (0,4%) em 2020 ante 2019. Esse percentual é melhor do que a estimativa anterior feita pela entidade (2,8%). Para este ano, a perspectiva é de um crescimento de 4%. 

Nesta edição da News também destacamos a notícia de que o Ministério da Saúde incluiu os trabalhadores da área da construção como prioritários na campanha de imunização. Por fim, a Abcic está disponibilizando uma nova seção no site para que os associados possam reassistir às palestras ministradas ao longo do ano passado em diferentes contextos. 

Um abraço a todos!

Iria Lícia Oliva Doniak
Presidente Executiva