Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Falta de verba deve parar moradia para baixa renda em maio

Sem a recomposição de orçamento do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), o Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR) não terá dinheiro, a partir deste mês, para manter a continuidade das obras para construção de moradias à população de menor renda. Também não haverá recursos para pagar despesas operacionais já contratadas para prestação de serviços de vigilância em obras paralisadas e unidades habitacionais ociosas e demandas judiciais. 

Segundo o presidente da Câmara Brasileira da Construção (CBIC), José Carlos Martins, a situação é grave pois, se os pagamentos não forem feitos, vai se configurar numa ruptura de contratos. Ele espera que o Congresso Nacional tenha sensibilidade ao analisar o PLN4/2021 que restitui os recursos e que, junto com o governo, encontre uma forma de  garantir os pagamentos para as construtoras. "É uma coisa tão brutal e sem nexo que o Congresso tem que resolver isso", frisou. 

Fontes da Caixa Econômica Federal foram ouvidas na reportagem.

Leia matéria na íntegra no Valor Econômico