Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Indústria de Materiais de Construção fecha o ano consolidando recuperação e projeta crescimento de 4% em 2021 

A ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção) divulga a nova edição da sua pesquisa Índice, elaborada pela FGV com dados do IBGE, apresentando os dados de faturamento do setor. A associação projeta crescimento da indústria de materiais de construção em dezembro e revisa os dados publicados em novembro, que confirmam a recuperação iniciada no segundo semestre de 2020 e apontam tendência de crescimento para 2021. A expectativa da ABRAMAT é de que o setor tenha crescimento de 4% no ano. 

"A previsão divulgada no índice da ABRAMAT se baseia no atual elevado nível de atividade do setor da construção. Observamos aquecimento tanto no segmento imobiliário como nas obras de pequeno porte e reformas, que se refletem nas vendas do varejo. Falta a retomada das obras paradas e de infraestrutura, área onde esperamos maior vigor este ano, até pela aprovação do novo marco regulatório do saneamento básico. Há também a expectativa de retomada da economia brasileira e mundial a partir da imunização contra Covid-19. No entanto, são também muitas as incertezas nos próximos meses, como o efetivo início e alcance da imunização, câmbio, equilíbrio nas cadeias de suprimentos que dependem de insumos importados, dentre outros. Dessa forma, podemos falar em um sentimento de otimismo moderado e cauteloso neste início de ano para o setor", explica Rodrigo Navarro, presidente da ABRAMAT. 

O Índice da ABRAMAT indica que em dezembro de 2020 o faturamento da indústria de materiais de construção aumentou 15,7% em relação a dezembro de 2019. O resultado representa variação negativa de 1,1% em relação ao mês anterior. Tais dados fazem com que em 2020 o setor registre queda de 0,4% do faturamento em relação a 2019, melhor do que a expectativa anterior de retração de 2,8% no acumulado do ano. 

A nova edição da pesquisa também aponta os dados consolidados de novembro de 2020. No período, a indústria de materiais de construção teve faturamento 11,5% maior que o observado em novembro de 2019. O resultado revisado aponta crescimento de 10,2% do segmento de materiais básicos e 13,3% dos materiais de acabamento em relação ao mesmo período do ano anterior.

Release divulgado pela assessoria de imprensa da Abramat