Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Macro Visão/FIESP: Focus: Produção Industrial deve encerrar em 5,06%, segundo relatório Focus

O relatório Focus desta semana indica que a produção industrial ficará em 5,06% ao final do ano de 2021, queda de 0,33 p.p em relação ao relatório anterior (5,39%).

A expectativa de fechamento anual do IPCA em 2021 sobe para 4,92%, aumento de 0,05 p.p. em relação à semana anterior (4,87%).

A projeção para o PIB de 2021 sofreu leve redução de 0,06 p.p. e há a perspectiva de encerramento em 3,04% neste ano, ante 3,10% da semana anterior.

A taxa de câmbio deve encerrar o ano equivalendo cada 1 Dólar a R$5,40, conforme a mediana das projeções do mercado, crescimento de R$0,05 entre as semanas (US$1,00 = R$5,35 na semana anterior).

Banco Central: Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-BR) aumentou 1,7% fevereiro, 10º mês consecutivo de alta

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), aumentou 1,7% no mês de fevereiro (dado já dessazonalizado), aceleração de 0,4 p.p. em relação ao mês de janeiro (1,3%), sendo este o 10º aumento consecutivo após ter apresentado retrações em março e abril de 2020.

Na comparação com o mesmo mês de 2020, o indicador de atividade foi 1,0% maior. 
Já na comparação acumulada de 12 meses, ou seja, de março de 2020 a fevereiro de 2021 em relação ao período imediatamente anterior, a atividade acumula queda de 4,0%, número em estabilidade pelo terceiro mês consecutivo ao se comparar com o indicado em dezembro e janeiro (-4,0% em ambos os meses) nesta ótica.

Ibre/FGV: Prévia do IGP-M aponta variação de 1,17% em abril, indicando desaceleração do índice em relação a março

Prévia do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) aponta variação de 1,17% na leitura de abril, ante alta de 2,94% na leitura de março, indicando desaceleração do índice geral de preços entre os meses. 

Os três indicadores que compõem o IGP-M sofreram desaceleração, sendo destaque para o IPA-M, com variação de 1,28% no mês ante 3,56% do mês de março, queda de 2,28 p.p. entre os meses.
O INCC-M apresentou variação de 1,30% no mês de abril e o IPC-M, 0,65%.

No acumulado no ano o IGP-M está com variação de 9,52% (8,26% em março). O IPA-M acumula crescimento de 11,98% em 2021, INCC-M, 5,39% e o IPC-M, 2,41%.

Em 12 meses as variações são mais expressivas em todos os indicadores. O IGP-M acumula crescimento de 31,58%, sendo influenciado principalmente pelo IPA-M, com 42,79% de alta. Demais indicadores segue na tabela abaixo.


FIPE: IPC-FIPE paulista apresenta variação de 0,65%, leve desaceleração na segunda quadrissemana de abril

O Índice de Preços da cidade de São Paulo apresentou variação de 0,65% na segunda quadrissemana de abril, de acordo com dados divulgados hoje (19/04) pela FIPE. O índice mostra leve desaceleração dos preços, na primeira quadrissemana do mês a variação registrada foi de 0,71%, mesma variação indicada na última quadrissemana do mês de março. 

Transportes foi a classe com maior variação no índice, com variação de 2,28%.

A única classe de despesas que apresentou redução no mês foi de Despesas pessoais com variação de -0,42% na semana.

 
Boletim Macro Visão elaborado pela FIESP