Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Mulheres no Canteiro de Obras: Íria Doniak é Presidente Executiva da ABCIC

Formei-me em engenharia civil na PUC-PR em 1988. Por princípio, não por competição, sempre tive um espírito voltado a fazer o que era preciso com foco no resultado e não no tempo. Assim, logo no início ainda na universidade, tive a oportunidade de ser inserida no universo do concreto pelo Dr. Dante Bianco, na Bianco Tecnologia de Concreto, pioneira no Sul nesta atividade. Por ser fascinada por sua extensa biblioteca de periódicos internacionais– ACI, CEB-fip (hoje fib), entre outros –, sempre que possível pedia para levar algum exemplar emprestado para ler e quando devolvia ele queria saber o que eu tinha lido e trocávamos ideias. Era um tempo precioso. Ainda na empresa, tive a oportunidade de trabalhar com o engenheiro Mauro Bianco, com quem aprendi uma visão analítica principalmente em trabalhos de inspeção.

No ano de conclusão do curso de engenharia, fui apresentada ao engenheiro Jorge Aoki, hoje atuando na Cimento Itambé, mas na época Diretor Técnico da USIMIX,   que me ofereceu um estágio. Quando me formei, passei a ter o laboratório central, de onde saia todo o controle de qualidade de 16 usinas. Nesta época, aprendi muito sobre o concreto, pessoas e processos.

Dois anos depois, fui convidada pela Votorantim (Cimento Rio Branco/PR) para trabalhar com o desenvolvimento de novos mercados e tecnologias Também em P&D posteriormente, incluindo as argamassas industrializadas e cimentos especiais como os resistentes a sulfatos. Foi uma oportunidade de trabalhar e interagir com consultores de renome como Paulo Helene, Francisco Holanda e Vladimir Paulon.

No mesmo período, integrava a equipe de facilitadores e auditores internos da ISO 9001 da empresa, o que posteriormente me permitiu qualificar como auditora líder junto ao BVQI (Bureau Veritas Quallity International). De 99 a 2008 atuei através da minha própria empresa de consultoria direcionando esforços ao desenvolvimento da pré-fabricação em concreto e da industrialização da construção civil, época em que também atuei como auditora líder subcontratada do BVQI para a construção civil.

Em 2001 foi fundada a ABCIC e em 2003 começou a ser estruturado o Selo de Excelência Abcic, de cujo comitê passei a integrar, representando a Cassol. A associação estava crescendo e com uma proposição importante de aprimoramento técnico do setor e passei também a atuar como consultora da entidade, até que em 2008 recebi a proposta de ficar integralmente para profissionalizar a entidade e a representação do setor. Em 2013, fui uma das escolhidas para representar as profissionais femininas que se destacam na área durante cerimônia das 500 Grandes Empresas da Construção, da Revista O Empreiteiro. Em 2017 agraciada como Prêmio Gilberto Molinari, pelo IBRACON.

Atualmente, no âmbito institucional, integro o Presidium da fib (Federação Internacional do Concreto), a diretoria do DECONCIC (Departamento da Construção Civil) da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo); o conselho do Ibracon (Instituto Brasileiro do Concreto), comissões de estudo de normas técnicas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e outros fóruns específicos de entidades parceiras da ABCIC.

Artigo publicado no O Empreiteiro