Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Atenta à crise, CBIC discute medidas de enfrentamento da pandemia com o governo

Atenta às necessidades impostas pelas crises sanitária e econômica provocada pela Covid-19, a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) participou nesta sexta-feira (26), a convite do governo federal, de reunião com o secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Serviços do Ministério da Economia, Jorge Lima, para discutir medidas de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, como as editadas em 2020.

“A reunião serviu para apresentar os procedimentos das ações que devem ser adotadas. Até o final do mês, o governo deve anunciar uma solução para o financiamento do benefício da suspensão do contrato e da redução de jornada, bem como o diferimento de tributos e de FGTS, assim como no ano passado”, informa o presidente da Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT) da CBIC, Fernando Guedes Ferreira Filho, representante da entidade na ocasião.

Segundo Guedes, as propostas discutidas no ano passado estão sendo revisitadas pelo Comitê de Pandemia da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec) do Ministério da Economia, composto por membros do governo.

Das propostas existentes, a Secretaria de Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Serviços (SDIC) vai encaminhar, para análise da CBIC e das cerca de 70 entidades empresariais participantes, uma apresentação com 25 propostas já selecionadas pela secretaria, consideradas prioritárias, que envolvem questões Tributária, Regulatória, de Crédito e Trabalhista.

A partir da próxima semana serão marcadas reuniões quinzenais com os representantes de setores dos três grandes grupos (indústria, comércio e serviços) para que as entidades apresentem seus comentários e sugestões sobre as propostas da SDIC.

Só poderão ser apresentadas propostas abrangentes, que beneficiem toda a economia e alcancem o maior número de empresas.

Matéria publicada na Agência CBIC