Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

EDITORIAL - 40º NEWSLETTER - EDIÇÃO ESPECIAL 32

Prezados Associados,

Na newsletter anterior, havíamos comentado sobre os resultados positivos apresentados na economia brasileira. Nesta semana, dois importantes indicadores mostram que esse é o caminho também seguindo pela indústria da construção. A Sondagem Indústria da Construção, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), aponta, pelo terceiro mês consecutivo, o aumento do nível de atividade do setor, estimulando, desse modo, a geração de emprego. 

A Sondagem da Fundação Getulio Vargas, encomendada pelo Sinduscon-SP, confirma a recuperação do patamar antes da Covid-19 no setor, com indicadores de tanto de emprego como de confiança nos negócios em alta. Contudo, a análise feita pela FGV reforça a questão da elevação dos preços dos insumos setoriais como o segundo fator mais assinalado pelas empresas de Edificações entre os quesitos que mostram as limitações à melhoria dos negócios.

Ainda no segmento imobiliário, a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) divulgou o crescimento dos financiamentos imobiliários, que alcançaram o montante de R$ 13,9 bilhões em outubro de 2020, um aumento de 84% em relação ao mesmo mês de 2019.  Já a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) apontou a expansão das vendas no terceiro trimestre de 2020 em relação ao mesmo período de 2019, totalizando 43.912 unidades comercializadas, avanço de 23,7% na mesma base de comparação.


Por fim, duas matérias que retratam a importância da tecnologia para o desenvolvimento técnico, econômico, social e sustentável de toda a indústria do pré-fabricado de concreto, bem como uma entrevista no Portal Engenharia Compartilhada que, além de enfatizar a tecnologia, também trata de outros assuntos relevantes para nosso segmento. 

Um abraço a todos!

Iria Lícia Oliva Doniak
Presidente Executiva