Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

EDITORIAL - 64º NEWSLETTER - EDIÇÃO ESPECIAL 56

Prezados Associados,

A percepção pessimista dos empresários da construção diminuiu em maio, segundo a FGV. O Índice de Confiança da Construção subiu 2,2 pontos em maio, para 87,2 pontos, a primeira alta deste ano. Além disso, em abril, o setor criou 22.224 novas vagas com carteira assinada em todo o País. 

Por outro lado, a questão do custo da matéria-prima continua a ser uma preocupação dos empresários, uma vez que a pesquisa da FGV mostrou que 40% das empresas disseram que esse fator está dificultando os negócios. Aliás, o Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) subiu 1,80% em maio e com este resultado, o índice acumula alta de 6,92% no ano e de 14,62% em 12 meses. 

Na área imobiliária, os financiamentos com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo atingiram R$ 16,70 bilhões em abril de 2021, terceiro maior volume nominal mensal da série histórica iniciada em 1994. Já no setor de infraestrutura, o Ministério da Infraestrutura e o BNDES iniciaram os estudos técnicos para a concessão de 1.646 quilômetros de rodovias federais. No segmento de materiais para construção, a Abramat confirma o otimismo moderado do setor. 

Nesta edição da newsletter, trazemos matérias sobre o licenciamento ambiental e sobre inovação na área do cimento. Lembramos ainda que, na semana passada, o engenheiro Luiz Livi ministrou palestra para a Engenharia Civil do Mackenzie e, na próxima semana, acontece o Congresso Brasileiro de Pontes, que conta com o patrocínio da Abcic e terá uma palestra especial a ser ministrada pelo engenheiro Marcelo Waimberg sobre o trabalho promovido pelo Grupo de Trabalho 6.5 da fib sobre pontes pré-moldadas de concreto. 

Um abraço a todos.

Iria Lícia Oliva Doniak
Presidente Executiva