Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

FGTS terá orçamento de R$ 74 bilhões em 2021

O orçamento de 2021 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) será de R$ 74 bilhões. O valor para o próximo ano, assim como o plano plurianual até 2024, foi aprovado pelo Conselho Curador no início de novembro e detalhado na Resolução 984, publicada no Diário Oficial da União no último dia 5 de novembro.

Do orçamento previsto para 2021, R$ 56,5 bilhões serão investidos em habitação; R$ 5 bilhões em infraestrutura urbana; e R$ 4 bilhões em saneamento. Esse montante deve financiar 535 mil moradias, com a geração de 1,3 milhão de empregos; no saneamento, espera-se atingir 5 milhões de famílias, com a geração de 92 mil empregos; e na infraestrutura, estima-se beneficiar 6,2 milhões de famílias e gerar 115 mil empregos.

O valor para habitação será de R$ 57,5 bilhões em 2022 (1,76% maior que no ano anterior), R$ 58,75 em 2023 (2,17% maior que 2022) e R$ 60 bilhões em 2024 (reajuste de 2,12% em comparação a 2023).

O valor de R$ 8,5 bilhões em subsídios previsto para 2021 será cortado em R$ 500 milhões por ano, chegando ao total de R$ 7 bilhões em 2024. Os recursos do FGTS-Saúde serão de R$ 3,44 bilhões em 2021 e de R$ 3,5 bilhões em 2022. Não há previsão de mais investimentos a partir de 2023.

Matéria publicada na AEC-Web