Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Revisão da ABNT NBR 6118 é a mais esperada de 2021

A ABNT NBR 6118 (Projeto de Estruturas de Concreto – Procedimentos) encontra-se em processo final de revisão. A atualização da norma está a cargo da CE-002:124.15 (Comissão de Estudo de Estruturas de Concreto – Projeto e Execução) que é vinculada ao Comitê Brasileiro da Construção Civil (ABNT/CB-02). Entre as mais esperadas para este ano, a expectativa é que a nova ABNT NBR 6118, conhecida como norma-mãe das estruturas de concreto, entre em vigor no começo do 2º semestre de 2021.

Sob a coordenação da engenheira civil Suely Bueno, e tendo como secretário o engenheiro civil Alio Kimura – ambos integrantes da ABECE (Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural) -, a comissão de revisão encerrou o prazo para receber sugestões em 31 de dezembro de 2020. Ocorreram 108 propostas, que seguirão em análise antes que a ABNT NBR 6118 vá definitivamente para consulta pública. Em palestra no Concrete Show Xperience, que aconteceu no ano passado, Alio Kimura revelou quais as principais novidades que devem ser agregadas à revisão da norma.

Entre as possíveis mudanças, estão as que abordam a avaliação de conformidade do projeto e o uso indiscriminado do controle rígido dos cobrimentos. Também serão excluídas algumas tabelas redundantes e melhoradas fórmulas de cálculos, especificações e simbologias. No item “imperfeições globais” optou-se por uma definição mais clara. Da mesma forma, deverá ser revisada parte do texto de “estruturas de nós fixos e estruturas de nós móveis”. Idem para os itens sobre “consideração aproximada de não-linearidade física”.

Haverá ainda a retirada de parte da definição de sapatas flexíveis, a fim de evitar subjetividade. “Existem várias outras modificações e estimamos mais cinco reuniões para analisar as sugestões finais antes de encaminhar a revisão para consulta pública”, comenta Alio Kimura. “Não haverá alterações impactantes. O que se espera dessa revisão são melhorias e ajustes pontuais, reforçando a maturidade da norma. Obviamente, futuras revisões virão, quando poderemos abordar questões como sustentabilidade, robustez, novos materiais e melhorias dinâmicas, entre outros temas”, completa. Uma possível data para a publicação da nova ABNT 6118 seria 15 de julho de 2021.

História da norma coincide com a fundação da ABNT, em 1940
A norma nasceu em 1940, e se confunde com a fundação da ABNT. Surgiu com o nome de NB-1 (Norma Brasileira Número 1). Depois evoluiu para NBR 6118, recebendo atualizações em 1960, 1978, 2003 e 2014. Atualmente, ela abrange vários segmentos da engenharia civil, indo de projetistas a construtores até fabricantes. Também engloba uma ampla gama de obras, como a construção de residências, pontes, viadutos e barragens de hidrelétricas. Vale destacar que o Brasil é o único país da América Latina que possui uma norma técnica própria para estruturas de concreto.

Após a mais recente revisão, a ABNT NBR 6118:2014 foi reconhecida pela ISO (International Organization for Standardization) como norma de padrão internacional pela ISO/TC71 por atender aos requisitos da ISO 19338 – “Performance and assessment requirements for design standards on structural concrete”. O documento estabelece os parâmetros mundialmente aceitos para as normas de projeto de concreto estrutural, conferindo à norma-mãe a oportunidade de ser aceita em todo o mundo.

Matéria publicada no Massa Cinzenta