Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

SindusCon-SP pede desoneração de cimento e aço

Diante da escalada de preços dos materiais de construção e seu impacto nos contratos do setor, o SindusCon-SP solicitou a desoneração de tributos federais sobre cimento e aço, em ofício enviado ao Ministério da Economia em 17 de março, com o apoio o Secovi-SP (Sindicato da Habitação).

Estes dois insumos têm peso considerável no custo das obras em geral, e especialmente daquelas voltadas ao atendimento do programa habitacional Casa Verde e Amarela. O pleito se baseou em estudos realizados para o SindusCon-SP pela consultoria Ecconit, mostrando a importância da adoção da desoneração no presente momento.

O estudo elenca também outros insumos da construção que poderiam ser desonerados. O Ministério da Economia tem manifestado preocupação com o problema, que já começa a impactar os índices de inflação.

A escalada de preços dos fornecedores foi o principal tema da reunião virtual conjunta das empresas do Comitê de Habitação Popular (CHP) com a Vice-Presidência da Habitação Econômica do Secovi-SP.

O encontro foi conduzido por Ronaldo Cury, vice-presidente de Habitação do SindusCon-SP, e Rodrigo Luna, vice-presidente de Habitação Econômica do Secovi-SP. Contou com a participação do presidente do Secovi-SP, Basilio Jafet, e do economista chefe desta entidade, Celso Petrucci.

Os representantes das 60 empresas presentes manifestaram a preocupação com os contratos assinados a preço fechado, de fornecimento de conjuntos habitacionais enquadrados no Casa Verde e Amarela, com orçamentos que já não se sustentam ante a escalada dos preços dos materiais.

Matéria publicada no Sinduscon-SP