Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

7 tendências para o futuro da construção civil

Para se destacar no mercado e sair na frente da concorrência, as empresas precisam se reinventar constantemente. Conhecer o que há de novidade no setor em que atua, sobretudo a implementação de novas tecnologias para agilizar as atividades diárias e aumento dos níveis de produtividade.

O mercado de construção civil integra parte importante no setor econômico brasileiro. Após o período de recessão sentido entre 2014 e 2016, o setor vem aos poucos dando sinais de melhora e, com isso, aposta em novas tendências para garantir o crescimento contínuo e essencial para movimentar a economia do país.

Profissionais da construção civil precisam estar atento a essas transformações. Se você é um deles, continue a leitura! Hoje, vamos apresentar sobre as principais novidades previstas para o futuro do mercado de construção civil.

A tecnologia como aliada nas transformações da construção civil nos próximos anos.

Seja para otimizar o trabalho executado ou para oferecer uma melhor experiência para os futuros clientes, já é realidade a implantação de novas tecnologias no mercado de construção civil, principalmente quanto às questões relativas à produtividade e sustentabilidade da obra.

Essas provocações vêm sendo solucionadas graças ao estudo da usabilidade de ferramentas, materiais e outros equipamentos específicos da área de construção civil para otimizar as atividades e demais processos.

Investir nessas iniciativas contribuem, inclusive, para o fortalecimento do nome da empresa no mercado, atraindo novos clientes e recursos para continuar a formação de novos empreendimentos de qualidade.

Veja agora 7 principais tendências para o futuro do setor da construção civil!

BIM (Building Information Modeling)

Esta tecnologia já é amplamente utilizada na construção civil e segue firme como uma das ferramentas mais relevantes para o futuro do setor. O BIM permite a criação de variados modelos do projeto que será construído em 3D sob a mesma base de dados.

É utilizado, principalmente, como suporte para todas as fases da obra, do início a conclusão, pois o modelo é criado de acordo com as especificações determinadas no planejamento e orçamento para conferir maior autenticidade ao projeto.

O BIM é a forma atualizada e moderna das maquetes e mapas comuns. Portanto, é uma perspectiva eficiente de visualizar a construção finalizada mais detalhada e por ângulos e grandezas diferentes.

Construções modulares e pré-fabricadas

Para otimizar os processos da construção, investir em elementos estruturais pré-fabricados ajudam também a manter a evolução da obra dentro do prazo estabelecido. Além disso, são mais práticos para transporte, principalmente em construções afastadas.

Softwares de automação de processos

Quem atua como gestor de empresa ou  setor específico sabe o quanto pode ser trabalhoso organizar a rotina de atividades dos colaboradores. Integrar todos os projetos, atividades e otimizar a comunicação entre os setores da empresa em único espaço já é realidade para diversos setores econômicos.

Na construção civil, utilizar softwares de gestão de processos facilita a realização do planejamento da obra de qualquer lugar, como também acompanhar a evolução do projeto. E o melhor: através de qualquer dispositivo móvel, como smartphone e tablets.

Além disso, o uso destes softwares permite maior segurança a obra, evitando desperdícios e danos que interfiram no processo.

Realidade aumentada

A realidade aumentada serve para visualizar o projeto já construído no formato 3D para que o cliente, arquitetos e engenheiros responsáveis pela sua construção consigam visualizar melhor os mínimos detalhes.

Dessa forma, torna-se mais fácil identificar melhorias e fazer as alterações devidas, além de reduzir possíveis erros que possam comprometer a viabilidade da obra, gerando assim maior economia no tempo estimado para início e término da construção.

Impressões 3D

Com a impressora 3D, conseguimos criar diversos objetos físicos a partir de um modelo digital. Sendo assim, podemos criar blocos de concreto composto por resíduos material biodegradável para, posteriormente, serem aplicados na estrutura da edificação.

Insumos inteligentes

O concreto faz parte de qualquer lista de materiais de construção, e graças sua versatilidade, para o futuro, é esperado o aumento do consumo de concreto de fabricação diferenciada. No caso, com capacidade regenerativa.

Ou seja, caso seja identificado o surgimento de rachaduras e outros defeitos que possam comprometer a estrutura construída, os microrganismos e material orgânico presentes em sua composição, irão reconstruir a parte defeituosa. Segundo estudos, essa ação reparadora pode durar por até 200 anos.

Wearables

Você pode até desconhecer o termo, mas os wearables já é uma realidade em nossa sociedade. Conhecido também como computador vestível, são um conjunto de sensores presentes em roupas, fones de ouvidos, relógios dentre outros dispositivos que atuam em conjunto com os smartphones. Essa tecnologia vem sendo aplicada por diversas empresas com o objetivo de potencializar a experiência do usuário ao utilizar estes produtos.

Na construção civil, os wearables podem ser inseridos nos equipamentos de proteção dos operários atuantes na obra. em que o gestor responsável ou mestre de obras conseguem identificar com maior rapidez a localização exata dos trabalhadores no canteiro, principalmente se acontecer algum incidente com a equipe durante a obra.

Como você pode perceber, o futuro da construção civil é bastante animador. Se você é empresário ou trabalha no ramo, é hora de começar a investir e aprender sobre todas as novas ferramentas e recursos voltados para o setor e ver seus negócios prosperarem cada vez mais!

E quando falamos de futuro, é impossível não pensar nas questões relativas ao meio ambiente. Toda e qualquer empresa devem adotar medidas eficientes de proteção à natureza, assim como o restante da sociedade.

A construção civil é um dos setores econômicos cujas atividades geram maior impacto ao meio ambiente. A cada nova obra que será construída, um novo canteiro é aberto e, com isso, a preocupação em proteger o máximo possível da fauna, flora, água e o solo da região, como também as pessoas que vivem ao redor da área em que a construção será erguida.

Felizmente, com o avanço da tecnologia, hoje já é possível idealizar um canteiro de obras sustentável. Assim, a construção é realizada sob práticas ecológicas que visam a preservação de bens naturais, como por exemplo, o reaproveitamento de água para outras atividades dentro do canteiro.

Matéria publicada no Blog Mason Equipamentos