Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

O setor imobiliário não fica em pé apenas com vendas on-line

O engenheiro Luiz Antônio França incluiu em sua rotina de trabalho e análise dos dados de uma pesquisa semanal sobre o comportamento do mercado da construção civil e os procedimentos adotados nos canteiros de obras para evitar a disseminação do coronavírus. Desde o início da quarentena, em março, esse estudo é feito pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), que França preside, junto a 36 de suas 42 associadas. Elas representam 60% do Valor Geral de Vendas no Brasil. São observados os números de óbitos, de infectados e os casos suspeitos da doença entre os 55 mil colaboradores em atividade no momento nos canteiros de obras.

 

Matéria publicada na Revista IstoÉ Dinheiro