Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Painel sobre pré-fabricados é um dos destaques da Arena 120 ideias

Uma das atrações desta edição do Concrete Show será a Arena 120 ideias, com palestras gratuitas aos visitantes do evento. No dia 14 de agosto, um dos destaques será o Painel Pré-Fabricados de Concreto, com três apresentações, que serão ministradas no Palco 4, das 15h00 às 17h00. 

A primeira palestra Inovação tecnológica em processos para a indústria de pré-fabricados será proferida por Martin Maass, gerente da Progress Group do Brasil e tem como objetivo apresentar as atuais tecnologias de pré-fabricados com foco em construção residencial. “Mostrarei cases, que destacam a maturidade tecnológica desses métodos construtivos e comprovam sua alta produtividade, qualidade e a redução de custos. Um exemplo a ser apresentado será sobre a industrialização da construção civil bem-sucedida na Tailândia ”, afirma. Entre os principais tópicos abordados estão: construções com painéis pré-fabricados no case de Europa pós-guerra, exemplos de produção mais avançados para painéis de parede e lajes alveolares, dois cases de construção e consultoria no setor e cases de aplicações (fábricas e construtoras). 

“Tanto no Brasil como nos outros países sul-americanos, há um grande déficit de habitações econômicas. Ao mesmo tempo, aumentaram a dificuldade e o custo de mão-de-obra qualificada na construção de civil. A solução reside em melhorias tecnológicas, iniciando uma industrialização da construção civil, como aquela que foi adotada com sucesso por outros segmentos da indústria brasileira. A apresentação trará exemplos e ideias de como melhorar e industrializar a construção habitacional com pré-fabricados, principalmente com painéis estruturais de parede e lajes, e abordar alguns aspectos tecnológicos com números e apontando os benefícios”, esclarece Maas.  

Na sequência, Rogério Venâncio, gerente técnico América Latina da GCP Applied Technologies, falará sobre Avanços tecnológicos para produção de concreto com alta fluidez e baixo consumo de cimento. Entre os principais tópicos de sua palestra estão: desafios para se produzir concretos com alta fluidez; principais vantagens em utilizar concretos com altas fluidez; modo de atuação dos aditivos inovadores para produção de concretos altamente fluidos e casos de aplicação. 

“Para se produzir o concreto auto adensável, geralmente é necessário o ajuste  do traço através do  incremento de finos, além da implementação de um bom controle de qualidade na planta dosadora, tudo para evitar problemas de exsudação ou estabilidade do concreto. A tecnologia de aditivos a ser apresentada possibilita a produção de concretos com altas fluidez sem a necessidade de incrementos significativos de cimento, além de possibilitar a adoção de processos de produção e controle de qualidade usuais, portanto, contribuindo para redução de custo, robustez do processo e aumento da produtividade”, explica Venâncio.

Por fim, será apresentada a palestra Sistemas de cura e automação no processo de produção de pré-fabricados de concreto e artefatos, ministradas por Mark Kraft, da Kraft Curing,  Marcelo Bessa e Wesley Gomes, da Vollert do Brasil. A apresentação terá como foco o porquê de se realizar uma cura controlada do concreto, os benefícios econômicos como redução no uso de cimento e outros aditivos, benefícios técnicos como evitar fluorescência, além da tecnologia inovadora de geração de vapor através da queima direta de GLP, cuja a queima é limpa e sem a criação de vasos pressurizados.

“Na palestra, falaremos da possibilidade da automação da cura do concreto trazendo maior controle ao seu processo produtivo, da redução do tempo necessário para que o concreto atinja a resistência requerida, o que traz maior disponibilidade dos recursos da fábrica para se produzir mais. Será feita também uma comparação entre o uso de uma caldeira normal e o sistema inovador da Kraft de queima direta”, explica Bessa, que acrescenta que Mark Kraft, um dos palestrantes, está envolvido na indústria de pré-fabricado de concreto há mais de 25 anos, seja na parte técnica como no desenvolvimento de negócios. “Ele participou mundialmente do desenvolvimento de sistemas inovadores de cura acelerada para todos os produtos que contêm materiais cimentícios, tendo viajado para mais de 60 países. Mark tem sido exposto a uma grande variedade de matérias-primas usadas na produção de concreto, bem como vários métodos de produção e produtos de concreto”.

A Arena 120 ideias, com a apresentação de 120 palestras, foi idealizada após o sucesso da última edição, no qual foram apresentadas sessenta palestras. Serão oito palcos no Concrete Show 2019, sendo um deles exclusivo para as palestras da World of Concrete, que trará as principais tendências e inovações do setor no mundo.