Associação Brasileira da Construção

Industrializada de Concreto

Seconci-SP orienta sobre higienização de EPIs

Diante da pandemia da Covid-19, o gerente de Segurança Ocupacional do Seconci-SP, José Bassili, alerta que o uso e a higienização adequada dos EPIs – Equipamentos de Proteção Individual é fundamental para evitar a contaminação e a disseminação do vírus nos canteiro de obras. Veja as recomendações feitas pelo especialista:

  • Não compartilhe o EPI e faça seu descarte em local adequado, se for descartável.
  • Limpe-o constantemente. Se lavável, prefira sabão neutro. Evite álcool e produtos químicos que possam danificá-lo e diminuir sua eficácia. Não o seque ao sol e a altas temperaturas. Guarde-o em locais livres de calor ou umidade.
  • Não o misture com o vestuário habitual para não contaminá-lo com bactérias nem use calçados de segurança sem meias, utilize pó antisséptico diariamente.

Cuidados específicos

• Capacete: limpe com um pano úmido, ao final do dia, para retirar o excesso de sujeira. Caso esteja trincado ou sem a fita, não o utilize e solicite um novo ao responsável pela entrega de EPI.

• Óculos: lave com sabão neutro ou detergente. Não utilize caso esteja embaçado ou trincado. Não use esponjas, apenas as mãos. Seque com papel toalha ou toalha macia.

• Respirador: passe um pano úmido, ao final do dia, e seque com papel toalha ou toalha macia. Troque os filtros sempre que necessário.

• Calçados: deixe descansar no período em que estiver fora do trabalho, sempre na sombra. Lave e seque pelo menos uma vez a cada quinze dias. Não utilize se estiver rasgado, furado ou danificado e, principalmente, não use fora do trabalho.

• Luvas, mangotes e perneiras: lave com sabão neutro e seque na sombra. Não utilize se apresentar qualquer dano e não use para outros fins fora do trabalho.

• Protetor auditivo: lave ao final do dia para retirar sujeiras e secreções do ouvido. Seque naturalmente, na sombra.

• Uniforme: apesar de nem sempre serem considerados EPIs, os uniformes também devem ser cuidados para não prejudicar a saúde e integridade física dos trabalhadores. Lave sempre que necessário e não o utilize, especialmente se for um EPI (aventais, roupas térmicas, etc.) fora do ambiente de trabalho onde ele é obrigatório. Se apresentar danos, solicite a substituição.

Matéria publicada no Sinduscon-SP